BUSCA

Quem sou eu

Minha foto
Sou doutora em Literatura. Escrevo há mais de 15 anos, mas sem disciplina. Sou aquela escritora que se guarda para o futuro, à espera de um grande acontecimento. Sinto que chegou a hora. É com retalhos e epopeias que me inventarei - com pequenos e grandes eventos - com fragmentos e grandes feitos - serei a tecelã de uma história e a sua heroína. Serei Penélope e Odisseu. Me acompanhe nesta viagem! Colunista da seção de Escrita Criativa na comunidade literária Benfazeja. Livros publicados: FLAUIS (2010) e RETALHOS E EPOPEIAS (Editora Patuá, 2012). Mais sobre mim em meu site oficial

Me encontre

MENU

Divulgue o blog!


Banner 120 x 60


Banner 150 x 90


Arquivo do blog

LEITORES

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Todos os textos são de autoria de Carolina Bernardes. A cópia não é autorizada e configura plágio. Tecnologia do Blogger.

21 dezembro, 2010

O FANTÁSTICO DIA COMUM

Quero desejar um Natal diferente de todos os demais.
 É dia de festa, de mesa farta, de troca de presentes (aqueles presentes que nos levam a intermináveis andanças pelas lojas, no intuito de encontrar a coisa ideal, aquela que combina com cada uma das pessoas que amamos). Todos ficam alegres, se abraçam e compartilham do mesmo prazer de estarem juntos.
Mas por que só no Natal? Por que deixamos para esta data toda a nossa capacidade de amar, de trocar, de celebrar a união, as luzes, a esperança?
Esta infinita alegria, esta esperança de dias melhores, este prazer de estar junto, esta magia que colore de luzes nossas árvores, nossas casas, nossas cidades, nossos corações... Quanta magia, não? Chegamos quase a acreditar em Papai Noel e nos comovemos com os filmes natalinos típicos desta época!

E vem o Reveillon, a esperança se intensifica!
O mundo será melhor, nossos planos e sonhos podem acontecer, as tristezas ficarão para trás com o ano que finda, nossos erros, nossas brigas e oportunidades perdidas. "O próximo ano será completamente diferente", é isso que nos dizemos mentalmente. Não vou brigar, não vou censurar, não vou errar tanto... Serei mais calmo, menos intolerante e darei sempre o passo certo. Quantas promessas, desejos e esperanças!
Mas em janeiro, as árvores e enfeites são guardados, os parentes e amigos voltam para as suas vidas. E ficamos sós, diante de um ano inteirinho para fazer acontecer. Mas como?
Descobrimos, então, que somos as mesmas pessoas de antes, com medos, incertezas e uma dose de ignorância sobre "como fazer acontecer".
Ninguém tem a receita e não serão as festas de final de ano que farão nossas vidas melhores. Toda essa magia que realmente paira no ar em todo final de ano nós mesmos a criamos. Portanto, continuemos durante o ano. Aproveitemos o estímulo deste final de ano para partirmos em busca dessa magia que nos ilumina, que nos faz mais alegres, que nos aproxima das pessoas, que enche de luzes nossa alma. Não precisamos fazer acontecer - sonhos, planos, projetos, metas. Precisamos apenas ver em cada dia vivido um momento especial, mágico, e uma oportunidade para abraçar, presentear, conversar, rir, tolerar, amar. O mais é consequência.

Por isso, desejo que seu dia comum seja sempre Natal e sempre uma virada de ano.
Aproveite esta oportunidade das festas que se aproximam para tornar seu ano de 2011 um simples prazer.
Isto é fazer acontecer!

Abraços de luz

Carolina Bernardes

2 Comentaram. Deixe seu comentário também!:

William disse...

Olá Carolina,
Muito obrigado por passar lá no meu blog. Estou aqui retribuindo sua visita e claro, estou seguindo também. Excelente blog, com conteúdo fantástico. Já visitei seu site oficial também.
Qualidade e credibilidade. Duas coisas importantíssimas que seu blog possui. O sucesso é evidente.
Bom dia pra você.
Abraço

CAROLINA BERNARDES disse...

William, passei novamente em seu blog e deixei meus agradecimentos. Que tenhamos muito sucesso em nossas vidas e em nossos blogs. Que venha 2011! Grande abraço

Postar um comentário

Olá, obrigada por visitar meu blog. Sua contribuição é muito importante para mim!

LIVROS ESSENCIAIS

  • A Demanda do Santo Graal. (Anônimo)
  • A vida e as opiniões do cavalheiro Tristam Shandy. (Laurence Sterne)
  • Ascese. (Nikos Kazantzakis)
  • Cem anos de Solidão. (Gabriel Garcia Marquez)
  • Crime e Castigo. (Dostoiévski)
  • Folhas de Relva. (Walt Whitman)
  • Húmus. (Raul Brandão)
  • Judas, o Obscuro. (Thomas Hardy)
  • Mahabharata (Anônimo)
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)
  • Narciso e Goldmund. (Hermann Hesse)
  • O casamento do Céu e do Inferno. (William Blake)
  • O homem que comprou a rua. (Tarcísio Pereira)
  • O Perfume. (Patrick Süskind)
  • Odisseia (Kazantzakis)
  • Odisseia. (Homero)
  • Os Cadernos de Malte Laurids Brigge. (Rainer Maria Rilke)
  • Peter Pan. (J. M. Barrie)
  • Poemas (Seferis)
  • Poemas Completos de Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)
  • Zorba, o grego. (Nikos Kazantzakis)

Banner 250 x 40


meu bichinho virtual

De onde vêm meus visitantes?

 
2009 Template Bucólico|Templates e Acessórios